sexta-feira, 14 de agosto de 2009

Assim eu vejo a vida

Sempre me sinto tocada quando leio os poemas de Cora Coralina.
Então, olhando as fotos dos meus quadros (os tantos que continuam sendo meus mas que já não mais estão comigo), me fez voltar ao passado e lembrar de todo o esfôrço que a gente faz para seguir um sonho.
O tempo passa, a gente envelhece, morre, depois fica conhecida pela obra que deixou. Não é assim que dizem?
Comigo tem sido um pouco diferente, porque eu nunca almeijei fama. Sempre pintei pela vocação que Deus me deu. Realmente é preciso ter vocação porque o caminho não é fácil, mas compensa toda a luta quando a gente sente o coração bater forte, e aquela alegria interior que só quem sente sabe como é, quando vemos o nosso trabalho sendo respeitado, levando alegria às pessoas que apreciam arte.
..........................................
Assim eu vejo a vida

A vida tem duas faces:
Positiva e negativa
O passado foi duro
mas deixou o seu legado
Saber viver é a grande sabedoria
Que eu possa dignificar
Minha condição de mulher,
Aceitar suas limitações
E me fazer pedra de segurança
dos valores que vão desmoronando.
Nasci em tempos rudes
Aceitei contradições
lutas e pedras
como lições de vida
e delas me sirvo
Aprendi a viver.

Cora Coralina

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...