terça-feira, 17 de junho de 2014

Papel maché - flores -

Coleção Dra Nazir Terrayama

Entre as tantas coisas que gosto de fazer, o papel mâché tem lá sua hora especial, enquanto colo e tiro as rugas do papel, eu também vou me desligando do mundo e dando um descanso à minha mente e deixando a criatividade fluir, permitindo o inconsciente vir à tona e com isso descubro cada vez um pouco de mim mesma.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...