domingo, 30 de janeiro de 2011

A importância do nome

Click na foto para que possa ler o comentário do nosso saudoso Dnar Rocha, tão querido artista de Juiz de Fora, MG. e ver a página do livro sobre O Retrato do Artista, editado em Nova Zelandia, por Dale Copeland.
Encontrei muitas maria avila`s no google, quase 3000; não sei se somos parentes, e nem se alguma delas é artista. Até gostaria de saber.

Nasci Maria Aparecida de Souza Ávila, em Valença, RJ.
Depois de várias tentativas, acabei adotando Maria Avila, pois sempre foi assim que me chamavam quando morei na Inglaterra, USA e Espanha.
Depois que me casei com Lee Dunning, americano, passei a assinar documentos como Maria Avila Dunning.
Uma pessoa, muitos nomes.
Foi tema da minha redação quando estudei em Denver, em 1993.
Fiz até um poema:


Não é assim que me chamam
os que antes me conheceram.
Me deram outro nome
que terminava com "inha"
que não foi, não é e nunca será
RAINHA
rainha do lar ou do mar.
Daqui pra frente
é MARIA que vão me chamar

Maria de MAR
de AR
que ria
e, apesar de tudo
ainda ri

Ri do que passou
rio de mim
rio que corre
para o mar sem fim
sem limite....
luz
onde vejo o céu e a terra
a vida sem guerra
e DEUS que me conduz
............
por Maria Ávila
Abril de 2007

Muito tempo atrás isso chegou a ser um probleminha para mim, ter tantos nomes e não saber qual era o que mais eu me identificava. Foi um dilema, pois cheguei a ter algumas assinaturas diferentes, o que deve levar à duvida àqueles que adquiriram minhas obras.
Esta é a razão que me levou a postar sobre isso aqui. Com certeza, pela foto vão saber qual é a verdadeira Maria Ávila, nome que gosto muito, e adotei definitivamente, mais ainda depois que meu pai, meu grande incentivador, me disse que a mãe dele era Maria Ávila. Fechou.

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...